sábado, 6 de outubro de 2012

Então é assim... fixem bem as próximas palavras: Para Roma, Com Amor. Leram bem? Decorem isto e metam na vossa cabeça que é o último filme a escolher na lista. Caso seja a única escolha aconselho-vos dedicarem-se à pesca, irem passear, leiam um livro, vão dormir. O Woody Allen passou-se de vez, acreditem. Já tinha ouvido gente a falar mal do filme, já tinha lido que o Woody não fez jus a Roma. Mas uma pessoa desconfia sempre quando se fala tão mal de pessoas que até já deram créditos na área. Sinceramente depois do Midnight in Paris eu esperava que o Woody soubesse contar uma história na cidade de Roma. E eu nem especifico que história mais gostaria de ver. Só gostava mesmo era que ele tivesse imaginado e contado uma história, porque o filme não a tem. O filme é feito de várias personagens, demasiadas até, muitas das quais não se relacionam entre si. Chegam sem se perceber porquê. E as tentativas de comédia? De fugir. Se ainda estão na dúvida, a pensarem que não é um bom filme, mas que sempre dá para ver Roma, esqueçam. Os poucos locais que são mostrados, foram mal filmados. Basicamente é uma merda de filme, uma hora e tal de vida que se perde para sempre e não deixa ninguém apaixonado por Roma, o que eu até ontem achava impossível. Portanto Woody, se já não consegues fazer bom cinema, é favor avisares para eu tirar o like do grupo do facebook que pede para filmares Lisboa.

1 comentário:

Dri disse...

Gostei do teu blog!
:)