segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Aquele (nada) querido mês de Agosto

Ser obrigado a estar trancado em casa durante o mês de Agosto para adiantar o mais possível a tese, deu-me demasiado tempo para pensar na vida. Já idealizei muitos planos para o futuro. E já percebi que só me falta dinheiro, porque sonhos e ideias é o que não faltam nesta cabeça. Alguém se chega à frente?

3 comentários:

Janne disse...

é verdade, sonhamos sempre mais alto do que podemos concretizar...

João Paulo Videira disse...

Companheiro de escrita blogger, se forem sonhos, não dependem do dinheiro! Boas...

Clementine disse...

Boa sorte para a tese :) *