terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Interrail #1


Vai ser este o ano em que vou pôr a mala às costas e andar de comboio em comboio a percorrer a Europa. A rota não está completamente decidida, mas tudo indica que será Roma-Veneza-Zagreb-Budapeste-Varsóvia-Praga-Viena-Munique-Zurique-Paris. Tudo isto em cerca de 18 dias. O propósito do post não é fazer inveja. Quero é que me dêem dicas sobre tudo. Desde a roupa, à documentação, possíveis rotas alternativas, onde ficar a dormir em cada cidade (daqueles hostels mesmo bons, no centro da cidade e baratos), sítios onde se come sem ficar com a conta a zero, o que vale a pena visitar em cada cidade, com quanto tempo de antecedência se deve comprar o bilhete do interrail. Se entre duas cidades principais há assim uma paragem obrigatória num sítio pouco conhecido mas imperdível, quais as cidades mais caras e as mais baratas. Se souberem de uma agência de viagens que encontra sempre voos baratos ao melhor preço do mercado, não hesitem (é essa a primeira tarefa - marcar voo para Roma e de Paris para Lisboa).  E outros tipos de conselhos, que de certeza só se lembra quem já se meteu numa aventura deste calibre. Deixem aqui o vosso testemunho. Mesmo que não tenham feito um interrail, mas tenham visitado alguma das cidades que referi, contem coisas. Se não têm nada para contar, mas conhecem alguém que tem bons conselhos para dar, indiquem o link do blog. Toda a ajuda é bem-vinda. Quando houver novidades venho cá contá-las.

5 comentários:

Tulipa Negra disse...

Dessas todas conheço Veneza e Paris, e tanto uma como outra são estupidamente caras. Em Veneza, o truque é ficar hospedado em Mestre, uma cidade mesmo pegada a Veneza, com autocarro directo para lá, mas onde o alojamento é muito mais barato.
Em Paris, qualquer alojamento é caro, tal como os restaurantes. Em compensação, para os monumentos há alguns truques. Por exemplo, o Louvre é gratuito no primeiro domingo de cada mês e nos restantes dias, a partir de determinada hora, o bilhete é mais barato por já não dar tempo de visitar tudo (enfim, podes sempre correr). O passe turístico para os transportes públicos também inclui a entrada ou descontos nos bilhetes de outros monumentos. Além disso, o cartão de estudante dá sempre descontos! Também é possível comprar bilhete para alguns sítios antecipadamente, pela Internet - poupas o tempo de espera nas filas das bilheteiras.
Por agora não me lembro de mais nada. :)

Meio Cheio disse...

Há imensos sites bons onde podem investigar hosteis antes de partir e quanto a comida é a evitar os centros da cidade, são sempre mais caros e direccionados para turistas. sempre com garrafa de agua e levem toalha e chinelos obrigatoriamente que nao sabem onde vao dormir. roupa é ao menos...jeans e pouco mais. é para lembrar que tudo o que levarem vao carregar convosco. O truque das viagens é fazer as viagens nos comboios noturnos para aproveitar e dormir (cuidade que mesmo com cartão de interrail ha taxas extra para empresas de comboios particulares...por exemplo o que faz roma-veneza tem extra). E não sabendo como é constituido o grupo tenham em consideração que em italia muitos hosteis sao exclusivos de homens ou mulheres...raramente ha quartos mistos. Qualquer coisa que possa ajudar manda-me email que respondo mais depressa. em maio vou de praga a amesterdão a percorrer toda a alemanha...pode ser que dê para ajudar em algo =)
Beijo*

Gabi disse...

Boa viagem

:)

SF disse...

Olá,
OLhe eu também vou este ano de mochila às costas, lá ara os finais de Setembro ( por causa da questão do mau cheiro xD ). Bem, mais a serio, eu vou um mes e vou conhecer mais paises tambem. Vais sozinho? Eu vou.

Filipe Ribeiro disse...

Eu no ano passado cometi a loucura de ir de carro até Itália! Correu tudo muito bem! Escrevi sobre isso no meu blogue! Mas lá está...de carro é diferente de comboio!