segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Livro de Reclamações #3

Desconfio que os empregados das companhias de seguros de saúde são treinados para falarem a mil à hora para não percebermos nada. Assim como devem receber ordens para nos interromperem a cada três palavras, tornando a conversa uma confusão. E eu, que não tenho culpa que assim seja e que até gosto de ouvir e perceber o que me dizem bem como também gosto que se calem e que estejam atentos ao que digo, hoje tive que gritar ao telefone para a pessoa em causa se acalmar. Eu juro que tento ser uma pessoa calma, mas esta gente consegue enervar-me.

4 comentários:

S* disse...

Eu gosto de perceber tudinho por isso podem ir moderando a velocidade...

Filipe Ribeiro disse...

Eu ouço uma conversa de 10 minutos e depois simplesmente digo...não estou interessado!!!

Roxanne disse...

se fores interrompendo eles são obrigados a ir mais devagar! ;)

Quando e como eu quiser disse...

Roxanne o problema é que o senhor nem me deixava falar. Eu dizia uma frase e ele contrapunha. E por isso tive que elevar o tom de voz e dizer "vai-me deixar falar até ao fim sem me interromper".